Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \27\UTC 2008

Serissa em flor

Amigos, não atentem para a estética, porque ela está sem freio de mão… Vai crescer solta, sem podas, até o fim do inverno. O objetivo será o de obter uma grande massa foliar para depois selecionar melhor. De qualquer forma, ela será sempre uma cabeluda, tanto porque gosto de grandes massas de verde quanto por produzir um número muito maior de flores. Como ela está cheinha, apesar das chuvas (senão seria um absurdo de foto), gostaria de compartilhar com vocês…

Read Full Post »

O Rochedo

Amigos, caminhando ao lado da arte do Bonsai, existem alguns outros arranjos estéticos que enriquecem e acabam fazendo parte do nosso arsenal. A arte do ikebana, por exemplo, ou o suiseki. Suiseki é a arte de visualizar pedras. São pedras que podem dar a impressão de uma paisagem ou de um animal ou forma definida. Podem ser apresentadas sobre uma bandeja com água ou areia ou então sobre uma base de madeira (daiza) confeccionada especialmente para aquela pedra seguindo seus contorno. Existem alguns suisekis maravilhosos. Além do suiseki, uma arte que é até mais antiga do que o bonsai japonês, é o penjing chinês. Neste caso pode representar uma única árvore (fica igual ao bonsai, mas pode ter alguma decoração) ou uma paisagem em miniatura, usando pedras, árvores, água, elementos decorativos como pessoas ou pontes, casinhas, etc.

Hoje eu fui procurar pedras para fazer um bonsai no estilo raiz-sobre-pedra, que me parece ser muito interessante e nunca havia tentado. Mas encontrei uma pedra bem bacana que me deu imediatamente a impressão de ser um rochedo, uma ilha no Oceano Pacífico. Daí coletei musgo, limpei a pedra (não demais, porque queria um aspecto bem rústico) e comprei um prato branco bem bonito (e caro, infelizmente…) e um vidrinho de anilina azul. Depois foi só decorar a pedra com musgo (ainda precisa pegar) e o prato com areia. Colocando água com tintura azul, dá-se o efeito de “águas do pacífico”. O resultado é esse:

 O resultado me agradou bastante, mas estou em dúvida se se trata de um suiseki ou um penjing. Mesmo sem usar árvores, constitui um penjing por parecer uma paisagem em miniatura: uma ilha no pacífico vista bem de longe.

O que acham? Comentem!

Read Full Post »

Amigos, como publicitário, diretor de arte, estudei e continuo estudando as técnicas e teorias que levam à apreciação de uma arte qualquer. A teoria da cor, por exemplo, permitiu um rápido crescimento nas misturas e tonalidades que surgiram na pintura do renascimento. E também na televisão, que sintetiza todas as cores visíveis pelo olho humano usando 3 apenas como base. São teorias científicas que tentam explicar a estética da mesma maneira que a música é uma função matemática (as notas são identificadas matematicamente e o encadeamento delas segue uma rigorosa estrutura matemática que se chamou de acordes, escalas, etc.). Não são teorias que explicam a subjetividade ou a emoção ressentida, mas apenas o porquê de uma grande obra ser harmônica ou não.
Uma das teorias mais estudadas em design, de arte ou industrial, é a teoria da Gestalt, ou estudo da forma. Sou adepto da escola gestaltista e procurei analisar alguns bonsai sob a ótica dessa teoria. Lembrando sempre que se trata de uma teoria apenas. Como acho legal e necessário dividir o conhecimento com todos de forma a crescermos com o debate e o estudo, escrevi um artigo ilustrado sobre a teoria da Gestalt aplicada à Arte do Bonsai. Está aqui para leitura em arquivo PDF. Para facilitar baixar, recomendo um clique com o botão direito e depois salvar link como…

Está disponível em três versões:

Baixa resolução (para quem não tem banda larga…)

Resolução média (para ser vista no monitor)

Alta resolução (para imprimir)

Espero poder contribuir com essa arte que me faz tão bem.

Em breve vou formatar o documento para poder ser lido sem a necessidade do Acrobat Reader, para ler online mesmo.

Read Full Post »

Desfolha de Ficus Boni

Clique aqui para ver as fotos

Pessoal, desfolhei!!!
Muita coisa interessante pode-se observar agora. A grande massa foliar que estava presente dificultou ver alguns defeitos na construção dos galhos. Na copa, alguns estão grossos demais e o tronco nesta parte parece reto na frente atual. Outro defeito que pode ser visto no detalhe é que a cicatriz resultante da quebra da antiga copa, está com um aspecto muit artificial e feio. Preciso usar o alicate bola para deixar uma cicatriz mais irregular e natural na área. Em relação aos galhos grossos da copa, vou passar a podá-los sistematicamente, deixado do tamanho que estão e parando seu engrossamento. Ao contrário, nos galhos baixos, é preciso que se desenvolvam para os lados e que engrossem bastante, por isso passarão uma temporada inteira sem podas. Em relação à retidão da copa, é só escolher uma nova frente. O nebari que está muito interessante permite várias frentes possíveis e interessantes. É questão apenas de composição.

Read Full Post »

O acer está refolhado!!!

Apenas para atualizar:

Em 13 de dezembro:

Hoje (1 de janeiro):

Read Full Post »

Bom, o design está avançando:

Detalhes:

Vejam novamente as imagens, a estrutura, o ambiente…

Essa florestinha vai virar um penjing (bonsai chinês onde é composta uma paisagem, com elementos adicionados, formando um lago, praia, pode ter animais, pontes, etc…) com alguns animais, pedras…

A idéia é compor um local impossível: um bosque céltico com jabuticabeiras!!! Pois fico imaginando druidas passando pelas árvores, animais como esquilos, pássaros… pessoas numa carroça subindo a estradinha…

Vou agora procurar os elementos necessários para compor isso e posto aqui o resultado. Será a união da flora brasileira com a história européia!

Read Full Post »